País

CDS: Nuno Melo e Francisco Rodrigues dos Santos disputam liderança

Conselho Nacional do CDS reúne-se no domingo para analisar resultados autárquicos e antecipar o Congresso ordinário.

Aumentaram as movimentações nos partidos de direita após as eleições autárquicas. No CDS, a liderança será disputada entre Nuno Melo e Francisco Rodrigues dos Santos.

Nuno Melo anuncia a candidatura à presidência do CDS este sábado à tarde no Porto. Preocupado com o resultado eleitoral de 26 de setembro, a decisão tem por base a avaliação que fez do estado geral do partido.

O Conselho Nacional do CDS reúne-se no domingo para analisar as autárquicas e antecipar o Congresso ordinário, que poderá ser já em dezembro, em vez de acontecer nos primeiros meses de 2022.

Francisco Rodrigues dos Santos considera que as autárquicas foram um sucesso e quase dois anos depois de ter sido eleito vai apresentar a recandidatura à presidência do CDS.

Janeiro tem sido um mês de decisões no Partido Social Democrata. Rui Rio venceu as diretas de 2018, com 54% dos votos frente a Pedro Santana Lopes. Em 2020, Rui Rio disputou o lugar com Luís Montenegro e venceu com 53%.

Apesar do presidente do PSD ter saído reforçado das autárquicas, o vice-presidente, Nuno Morais Sarmento não está seguro da recandidatura de Rui Rio.

Luís Newton, líder do PSD Lisboa, disse em entrevista ao Público, que Paulo Rangel "parece ser o único que será alternativa a Rui Rio", salientando que ainda é cedo para abordar a liderança nacional.

Luís Marques Mendes, comentador político, dá como certo o confronto entre Rui Rio e Paulo Rangel nas eleições do Partido Social Democrata.

Luís Montenegro não avança, mas o voto dos seus apoiantes pode cair para o lado de Rangel.

Rui Rio reuniu-se esta quarta-feira com as distritais do partido, num encontro sem declarações à comunicação social.

VEJA TAMBÉM: