País

Secretário-geral do PSD desvaloriza chumbo de requerimento de Rio para adiar eleições

Assim, os sociais-democratas vão a votos no dia 4 de dezembro.

O Conselho Nacional do PSD chumbou o requerimento de Rui Rio para adiar as eleições diretas do partido e, assim, os sociais-democratas vão a votos no dia 4 de dezembro, com o secretário-geral do partido, José Silvano, a desvalorizar o resultado da votação, mas não deixando de assumir que é uma derrota.

"É uma derrota para a proposta dele. Agora, isso não impede nada, porque isto era uma questão que ele punha antecipadamente, a questão das diretas e do congresso que vai ser agora aprovada. Se, para ele, isto significa alguma coisa a mais, ou se isto influencia ou não a decisão dele, isso vai ter que ser ele a responder na altura certa", refere.

Veja também: