País

Ex-ministra de Costa acusa Governo: "Acho que devíamos ter aumentado mais os salários"

Loading...
Em entrevista ao Expresso, Alexandra Leitão fez ainda críticas ao PS pela forma como lida com o Chega.

A ex-ministra Alexandra Leitão diz que gostava de ter aumentado mais os funcionários públicos, mas não houve abertura dentro do Governo.
Numa entrevista ao Expresso, faz críticas ao PS pela forma como lida com o Chega, e diz que Augusto Santos Silva será um bom candidato presidencial.

A antiga ministra da Administração Pública, que recentemente recusou o convite do PS para assumir o cargo de líder parlamentar, revelou, em entrevista ao jornal Expresso, que, durante o período em que desempenhou as funções de ministra, tentou de tudo para aumentar os salários em Portugal e só não fez mais porque, segundo a própria, não lhe permitiram.

"No fim de 2019, aumentámos 0,3% os salários. Acho que devíamos ter aumentado mais.", disse Alexandra Leitão.

A ex-ministra acusou o Ministério das Finanças de não ter tido abertura em relação a uma eventual alteração ao sistema de avaliação da Função Pública. No que toca ao Partido Socialista, Alexandra Leitão, criticou o partido pela forma como se tem relacionado com o Chega e considera mesmo que a postura do PS "é um erro".

Já sobre Augusto Santos Silva, a antiga ministra teceu vários elogios ao Presidente da Assembleia da República, que segundo ela, tem feito um trabalho exemplar na forma como não tem permitido que se ultrapassem certos limites no Parlamento. Apontou ainda Santos Silva como um forte candidato à Presidência da República.

"O PS não pode tornar a não ter comparência nas presidenciais. É preciso ir pensando nisso com nomes que circulam, e o professor Augusto Santos Silva é, obviamente, um deles".

Não deixou ainda de referir que gostaria de ver o PS "mais virado" à esquerda e, por isso, acredita que a criação do imposto sobre os lucros extraordinários é uma medida que deveria ser aplicada.

Últimas Notícias
Mais Vistos