País

Grávida morre após transferência: os esclarecimentos do Hospital Santa Maria

Hospital de Santa Maria, em Lisboa
Hospital de Santa Maria, em Lisboa
Anadolu Agency
A mulher sofreu uma paragem cardiorrespiratória quando estava a ser transportada do Hospital de Santa Maria para o Hospital Francisco Xavier.

Uma grávida de nacionalidade indiana morreu, na passada terça-feira, no Hospital de São Francisco Xavier. A mulher foi às urgências do Hospital Santa Maria apresentando dificuldade respiratória e tensão alta, mas, após melhoria, foi transportada para o Francisco Xavier.

Durante a viagem sofreu uma paragem cardiorrespiratória e acabou por morrer.

O Hospital de Santa Maria esclareceu hoje que a morte da grávida "foi inesperada" e que o desfecho poderia ter sido igual se a mulher permanecesse naquela unidade de saúde.

Loading...

Diretor clínico diz que grávida não precisava de cuidados intensivos

O diretor clínico do Hospital de Santa Maria esclareceu hoje aos jornalistas o caso da grávida que morreu na segunda-feira. Luís Pinheiro explicou que a mulher não precisava de cuidado intensivos quando deu entrada no hospital.

"O acontecimento da paragem cardíaca foi inesperado, aconteceu dez a quinze minutos após ter saído daqui", acrescentou o diretor clinico Luís Pinheiro.

Sublinhou ainda que o bebé apresentava um estado clínico grave.


Loading...

Hospital de Santa Maria não tinha historial clínico da grávida

A diretora do serviço de obstetrícia do Hospital de Santa Maria informou que o hospital não tinha acesso ao historial clínico da grávida. Em declarações aos jornalistas, Luísa Pinto disse que a mulher estava estável e que, por isso, foi transferida para o Hospital de São Francisco Xavier.

Loading...

Hospital tem “períodos de pico” com frequência

Este fim de semana, quando a mulher de 34 anos chegou ao Hospital Santa Maria, a unidade de saúde estava a atravessar mais um "período de pico" de capacidade dos serviços, segundo André Graça, diretor de serviço de Neonatologia.

André Graça acrescentou hoje em conferência de imprensa que têm estado "permanentemente com uma taxa de ocupação alta", mas que os serviços funcionam em rede.

O diretor do serviço de neonatologia do Santa Maria diz que é frequente não existirem vagas no serviço e que nessas situações procede-se à transferência das utentes.

Loading...
Últimas Notícias
Mais Vistos