País

PAN espera que Pizarro não seja apenas "ministro no papel" e resolva problemas

Manuel Pizarro, ministro da Saúde
Manuel Pizarro, ministro da Saúde
MÁRIO CRUZ
Inês Sousa Real refere que o novo ministro “tem obrigação de conhecer o contexto das necessidades estruturais” do SNS.

A porta-voz do PAN, Inês Sousa Real, espera que o novo ministro da Saúde, Manuel Pizarro, resolva os problemas do Serviço Nacional de Saúde e não seja "apenas um ministro no papel".

"Esperamos que, se aceitou esta responsabilidade, possa efetivamente implementar políticas que resolvam os problemas estruturais de saúde em Portugal, e não que seja apenas um ministro no papel", considera a líder e deputada única do partido Pessoas-Animais-Natureza.

Numa divulgada à comunicação social, Inês Sousa Real refere que a "expectativa era a de alguém que viesse do ativo dos profissionais de saúde", considerando que, "não obstante, Manuel Pizarro tem obrigação de conhecer o contexto das necessidades estruturais de uma política de saúde preventiva e de proximidade".

Para o PAN, aquelas são as preocupações dos "utentes que necessitam de cuidados de saúde, que esperam e desesperam pelas consultas e tratamentos, e as reivindicações dos profissionais de saúde e as suas justas reivindicações".

A posse de Manuel Pizarro como ministro da Saúde decorrerá no sábado, pelas 18:00, no Palácio de Belém, Lisboa.

Últimas Notícias
Mais Vistos