País

Sindicato dos Enfermeiros quer condições iguais entre antigas PPP e os hospitais públicos

Loading...
Os enfermeiros do Hospital Beatriz Ângelo não querem o regresso da gestão privada, mas sim que o hospital tenha condições e autonomia para contratar e fixar profissionais.

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses quer que os hospitais que deixaram de ser parcerias público-privadas tenham mais autonomia para contratar. Querem também que os profissionais passem a ter as mesmas condições de quem trabalha nos hospitais públicos.

O Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, deixou de ter gestão privada em janeiro. O sindicato diz que os enfermeiros que aqui trabalham continuam a ter de cumprir 40 horas semanais, ao contrário do que acontece nos hospitais públicos.

“Neste momento oferecem o mesmo salário base aqui com horário superior. Os enfermeiros optam por outras instituições mesmo ao lado”, diz Isabel Barbosa.

Os enfermeiros deixam claro que não querem o regresso da gestão privada, apenas querem que o hospital tenha condições e autonomia para contratar e fixar profissionais.

“No tempo das PPP havia muita precariedade, cargas horárias superiores. Não queremos isso. Queremos é que resolvam os problemas do público com uma gestão eficaz”.

Em breve vai ser entregue à administração do hospital de Loures um abaixo assinado para que os enfermeiros possam estar em pé de igualdade com os colegas que trabalham no público.

No início do mês aconteceu o mesmo no hospital de Vila Franca de Xira. Hoje só o hospital de Cascais se mantém como parceria público-privada.

Últimas Notícias
Mais Vistos