País

"Mudança política também vai chegar a Portugal", acredita André Ventura

Loading...

Líder do Chega mostra-se confiante face à vitória de Giorgia Meloni em Itália.

A direita radical da Europa celebra a vitória da Giorgia Meloni. Em Itália, as reações dividem-se entre a satisfação e a incerteza.

As opiniões acerca da vitória de Meloni dividem-se entre os italianos. Muitos veem com agrado este resultado, outros mantêm uma postura de incerteza e de desconfiança.

Já no resto da Europa, nomeadamente entre os líderes de extrema-direita, as mensagens que chegam a Meloni são de agrado e celebração. Marine Le Pen, que este ano conseguiu o melhor resultado da direita mais radical em França, congratulou Meloni e Salvini, num discurso onde afirmou que ambos resistiram às ameaças oriundas de uma União Europeia antidemocrática e arrogante.

Da Polónia e da Hungria chegaram as primeiras reações aos resultados das eleições italianas.

O primeiro-ministro polaco não perdeu tempo a dirigir uma curta mensagem de parabéns nas redes sociais. O diretor político do primeiro-ministro húngaro publicou fotografias de Viktor Orbán com Meloni, Salvini e Berlusconi. O mesmo afirmou que no momento que a Europa atravessa é essencial que existam “amigos” que partilhem dos mesmo ideais face aos desafios europeus.

Ainda na Europa, Santiago Abascal, líder espanhol do partido Vox, declarou que Meloni tem mostrado o caminho para uma Europa livre e de nações soberanas.

Em Portugal, André Ventura partilhou das mesmas palavras dos restantes líderes europeus de extrema-direita, e parabenizou a italiana, ao referir que estes resultados abrem caminho a uma verdadeira mudanças de políticas em Itália e a uma reconfiguração da Europa. Num comunicado enviado às redações mostrou-se confiante de que uma mudança semelhante possa vir a acontecer em Portugal.

De fora da Europa também chegaram reações, o filho de Jair Bolsonaro partilhou na rede social Twitter que Meloni é Deus, Pátria, família.

Últimas Notícias
Mais Vistos