País

"Pedro Nuno Santos não quer ser apanhado a mentir"

Loading...

José Gomes Ferreira considera a comunicação do ex-ministro, em que assume que autorizou indemnização a Alexandra Reis, "muito importante por duas razões".

O ex-ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, comunicou esta sexta-feira que teve conhecimento e autorizou a indemnização a Alexandra Reis, ex-secretária de Estado do Tesouro e antiga administradora da TAP. Para José Gomes Ferreira, Pedro Nuno Santos "não quer ser apanhado a mentir" e "como agora descobriu achou que devia divulgar".

Mas porquê agora?

"Agora deve ter começado a pensar que era melhor ir procurar (...) para não ser tomado como tendo mentido ao país", disse José Gomes Ferreira em análise da na SIC Notícias.

Também será uma oportunidade de "limpar a ficha" para o futuro.

"Se Pedro Nuno Santos quisesse ir para o setor privado gerir as empresas do pai ou fazer a sua própria empresa e nunca mais voltar à política, ele nunca mais falaria neste assunto. Ele fala porquê? Porque quer garantir o seu futuro político, para que não fiquem sombras de dúvida".

Pedro Nuno Santos abandonou o Executivo de António Costa a 28 de dezembro, depois de Alexandra Reis ter sido demitida por Fernando Medina, ministro das Finanças, no dia anterior.

Últimas Notícias
Mais Vistos