País

Partidos saúdam vitória de Rui Rocha nas eleições internas da IL

Loading...

Em reação à vitória do candidato, os partidos da direita sublinharam as ideologias que os separam, mas abriram portas a possíveis acordos.

Rui Rocha foi eleito, este domingo, o novo líder da Iniciativa Liberal (IL). Vários partidos políticos, presentes na Convenção Nacional da IL, reagiram à eleição. Saudações, foi a palavra de ordem.

Porfírio Silva, do PS, sublinhou a importância de “saudar democraticamente” a IL, defendendo uma “democracia viva, com várias alternativas que permitam que os cidadãos possam escolher”.

Também António Leitão Amaro, do PSD, saudou “o momento democrático de escolha interna” do partido. O social-democrata criticou ainda as políticas do Governo, sublinhando que há um “país que sofre e um Governo sem resposta, perdido na sua desorganização e irresponsabilidade interna e, até, uma cultura difícil com a verdade".

Para Rui Paulo Sousa, do Chega, “é mais que óbvio que a direita será o futuro Governo deste país”, apelando a uma união do PSD, da Iniciativa Liberal com o Chega.

O CDS esteve também presente, sendo representado pelo ex-deputado Telmo Correia. Em reação à vitória de Rui Rocha, Telmo Correia sublinhou que o “adversário” de ambos os partidos é o PS e a esquerda, e que, por isso, “não vemos [a IL] como adversário principal”. Mas ressalvou que isso “não quer dizer que não existam diferenças significativas entre o que o CDS é e representa e o que a IL acabou de afirmar representar neste congresso”.

Patrícia Robalo, do Livre, também deu “os parabéns a Rui Rocha e aos novos membros da comissão executiva da IL”. Aproveitou para distanciar das ideologias defendidas durante a Convenção: “O Livre defende um modelo de desenvolvimento distinto do que foi aqui discutido, mais inclusivo, mas ecológico, mas democrático, mas valorizamos o debate de ideias e é por respeito democrático que aqui estamos.

Últimas Notícias