País

Operação Vórtex: Miguel Reis iria receber 100.000 euros com venda de terreno municipal

Loading...

O negócio entre o ex-presidente da Câmara e a construtora Pessegueiro terá sido acertado em setembro de 2022.

O ex-presidente da Câmara de Espinho, Miguel Reis, que está agora em prisão preventiva, iria ganhar 100.000 euros com a venda de um terreno municipal. No local seria construído um hotel.

O empresário Francisco Pessegueiro pretendia construir um hotel, mas para avançar com o projeto era preciso convencer a Câmara de Espinho a vender um terreno municipal. Para ultrapassar esse obstáculo, o empresário terá oferecido a Miguel Reis, conta o Jornal de Notícias, 100.000 euros.

O negócio terá sido acertado em setembro do ano passado num café da cidade, um encontro que foi fotografado pela Polícia Judiciária.

O Jornal de Notícias adianta que os investigadores sustentam esta suspeita em escutas telefónicas.

Um outro negócio suspeito é a construção de um edifício na rua 19 também pela construtura Pessegueiro.

Últimas Notícias
Mais Vistos