Cultura

Morreu o ator Cândido Ferreira

O artista morreu vítima de cancro.

Morreu o ator Cândido Ferreira, vítima de cancro.

Começou a carreira em França, no Teatro Operário de Paris, em 1971.

Pouco depois, em Portugal, foi um dos fundadores do grupo de Teatro "O Bando", em Palmela, onde trabalhou durante mais de 10 anos como ator, dramaturgo, encenador e produtor. Depois disso, colaborou com diferentes companhias, como o Teatro Experimental do Porto, a Artista Unidos, a Companhia de Teatro de Sintra e o Teatro da Cornucópia.

Como ator foi dirigido por encenadores como Mário Viegas ou Luís Miguel Cintra. Foi-lhe atribuído o Prémio Garrett interpretação masculina em 1988.

Cândido Ferreira participou em dezenas de telefimes, séries e novelas, como "Saber amar", "Dei-te Quase Tudo", "Laços de Sangue", "Bem-Vindos a Beirais" e "Belmonte".

No cinema, as primeiras participações foram em "Passagem ou A Meio Caminho", de Jorge Silva Melo, e "Os Canibais", de Manoel de Oliveira. As últimas foram nos filmes "A Herdade", de Tiago Guedes, e "Cartas de Guerra", realizado pelo filho Ivo Ferreira.

O artista era pai do realizador Ivo Ferreira.