Cultura

Dono de prédio remove parte de uma parede com obra de Banksy para ser vendida

Banksy

Remoção e venda da obra vai "totalmente contra o espírito de Banksy", considera um professor de arte.

O dono de um prédio em Lowestoft, no Reino Unido, mandou remover parte de uma parede que tinha uma obra de Banksy.

Foi removida durante o último fim de semana e levada para um local "secreto" para ser enviada para os Estados Unidos, onde deverá ser vendida, explica a SKY News.

No mural estava retratada uma criança a construir um castelo de areia e fazia parte do conjunto de 10 obras que o artista criou naquela zona durante o verão. Não se sabe se será vendida ou leiloada, no entanto é esperado que em qualquer uma das situações seja por um valor elevado.

O professor de Arte Política do Royal College of Art de Londres, Peter Kennard, disse à SKY News que a remoção desta obra e a venda vai "totalmente contra o espírito de Banksy".

"É imoral, mas muitas das compras e vendas no mundo da arte são imorais", considera o professor que também já trabalhou com o artista.

Também os moradores de Lowestoft não contavam com a remoção da obra, pois acreditavam que poderia atrair mais visitantes à cidade.

Saiba mais