Cultura

PSD quer ouvir ministro da Cultura no Parlamento sobre concursos de apoio às artes

PSD quer ouvir ministro da Cultura no Parlamento sobre concursos de apoio às artes
ANTÓNIO PEDRO SANTOS
Grupo parlamentar diz que continua a existir "subfinanciamento no setor".

O PSD quer ouvir com urgência ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, no Parlamento, sobre os concursos de apoio às artes 2023/2026.

Apesar do anúncio do reforço de verbas para p Programa de Apoio Sustentado nos concursos quadrienais, o grupo parlamentar do PSD defende que "continua a existir subfinanciamento no setor" porque nos concursos bienais esse reforço não se verificou.

Aquilo que o PSD diz ser o "parco financiamento" dos concursos bienais coloca em risco muitos projetos e estruturas artísticas que só se podem candidatar a esse tipo de financiamento.

“Em resposta às queixas do setor, que se fizeram sentir de imediato dizendo que as verbas eram insuficientes, o senhor Ministro da Cultura, em setembro, anunciou um reforço de verba passando os seis concursos do Programa de Apoio Sustentado a dispor de 148 milhões de euros, com a particularidade deste reforço apenas abranger a modalidade quadrienal dos concursos”.

Os sociais-democratas referem ainda que, à medida que vão sendo conhecidos os resultados provisórios dos concursos de Apoio Sustentado às Artes, "a disparidade existente entre o número de candidaturas apoiadas na modalidade quadrienal e na modalidade bienal está a provocar as maiores críticas por parte de diferentes entidades do setor"."

Entidades como a plataforma riZoma e a associação Plateia também já criticaram a desproporcionalidade de verbas disponíveis entre as duas modalidades.

Últimas Notícias