Desporto

Dortmund reage ao apedrejamento do autocarro do Benfica e deixa mensagem a Weigl

Alessandro Garofalo

Jogador foi um dos dois atingidos.

O Borussia Dortmund deixou esta sexta-feira uma mensagem nas redes sociais ao seu antigo jogador, Julian Weigl, que ficou ferido após o apedrejamento de que o autocarro do Benfica foi alvo.

A viatura foi apedrejada na A2, quando a equipa regressava ao centro de estágios no Seixal. O ataque aconteceu depois do jogo com o Tondela, no Estádio da Luz, que terminou com um empate sem golos.

Para Weigl, que, a par de Zivkovic, sofreu ferimentos ligeiros e foi observado no Hospital da Luz por precaução, este foi o reviver de um pesadelo, uma vez que também estava presente no ataque ao autocarro do Dortmund, em abril de 2017, na véspera do jogo da Liga dos Campeões frente ao Mónaco.

O autor desse ataque, em que o autocarro dos vice-campeões da Alemanha foi atingido por três explosões, acabou por ser, em novembro de 2018, condenado a 14 anos de prisão.

A equipa alemã recorreu ao Twitter para deixar uma mensagem de melhoras ao seu ex-jogador, que representou o emblema germânico entre 2015 e 2019.

"Rápidas melhoras, Jule! O nosso ex-jogador Julian Weigl sofreu ontem à noite ferimentos ligeiros e foi levado para observação num hospital, depois de um ataque ao autocarro da equipa do Benfica", pode ler-se na publicação.

Liga de clubes repudia "ataque cobarde"

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional repudiou "veementemente o ataque cobarde" que visou o plantel do Benfica.

"O apedrejamento do autocarro da equipa liderada por Bruno Lage é de profundo lamento e repúdio, ainda para mais numa altura em que o futebol português uniu esforços para retomar uma atividade que faz vibrar milhões de pessoas no nosso país", lê-se no comunicado do organismo que rege as competições profissionais em Portugal.

Veja também:

  • 2:34