Desporto

Covid-19. FC Porto ameaça não participar na Taça da Liga

FERNANDO VELUDO

Em causa está a convocação dos jogadores sportinguistas Nuno Mendes e Sporar.

Depois de Nuno Mendes e Sporar terem tido testes positivos à covid-19, o Sporting veio anunciar que estes resultados foram um equivoco e que os dois jogadores estão aptos para defrontar os “dragões”.

Em comunicado, a equipa acusou o Sporting da intenção de "cometer um atentado à saúde pública", com a utilização terça-feira dos futebolistas Nuno Mendes e Sporar na Taça da Liga e ameaça "repensar a participação na 'final four'".

"No dia em que o governo comunicou um reforço das medidas de combate à propagação da covid-19, o Sporting anunciou a intenção de cometer um atentado à saúde pública", avança o FC Porto, num comunicado publicado no seu sítio oficial.

Ainda de acordo com o clube portuense, "esta antecipação em seis dias do fim do isolamento dos dois jogadores do Sporting é um crime público, inaceitável numa altura em que Portugal é líder mundial do número de novos casos de covid-19 por milhão de habitantes e numa fase em que todos os dias se bate o recorde nacional de mortes por esta doença".

"E é ainda mais incompreensível por ser cometido por um clube presidido por um médico", acusa o FC Porto, que avança ter comunicado esta situação "à Liga e à Direção-Geral da Saúde" e que vai "participá-la à Ordem dos Médicos, na expectativa de que as autoridades façam cumprir a lei, sob pena de ter de repensar a participação na 'final four' da Taça da Liga, para defesa de todos os intervenientes".

Francisco J Marques, diretor de comunicação do FC Porto, diz também que segundo “o protocolo da Direção-Geral da Saúde (DGS), até mesmo os casos assintomáticos estão obrigados a dez dias de isolamento após o teste positivo". O dirigente portista acrescenta que “tudo o que fuja a isso é um crime público".

Caso os dois jogadores do Sporting não sejam impedidos de jogar no clássico, o FC Porto está a ponderar a participação na Final Four da Taça da Liga.

  • O exemplo inglês 

    Opinião

    Na década de oitenta, as tragédias de Heysel Park primeiro e de Hillsborough depois, atiraram a credibilidade do futebol inglês para a sarjeta.

    Duarte Gomes