Desporto

"Todos os atos realizados por Rui Costa e a direção até às eleições são válidos" 

Entrevista SIC Notícias

Lúcio Correia, advogado de Desporto, na Edição da Tarde, da SIC Notícias.  

O Conselho Fiscal da SAD do Benfica vai cessar as funções de Luís Filipe Vieira na presidência da sociedade "encarnada" após 30 dias de suspensão, informou à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) este órgão social.

O advogado Lúcio Correia fala num "cartão amarelo" dado pelo Conselho Fiscal da SAD do Benfica e explica o que está em causa no comunicado emitido esta quarta-feira.

Na SIC Notícias, explica que em causa está a possibilidade de Luís Filipe Vieira não conseguir remover as medidas de coação que o incapacitam de exercer o cargo de presidente do Benfica, que são a prisão domiciliária e a proibição de contactar com elementos da direção e administração do clube.

Ou seja, sendo incapaz de exercer o cargo, o Conselho Fiscal não tem outra alternativa se não cessar as funções de Luís Filipe Vieira.

Sobre Rui Costa, o advogado de Desporto garante que existe "legitimidade de carácter transitório" na direção. No entanto, reconhece que a dificuldade está na legitimidade perante os sócios, que só será aferida em eleições.