Desporto

Conselho de Disciplina da FPF "não pondera" sancionar jornalista

Soccer Football – Primeira Liga – Sporting CP v Pacos de Ferreira – Estadio Jose Alvalade, Lisbon, Portugal – April 3, 2022 General view inside the stadium before the match REUTERS/Pedro Nunes
Soccer Football – Primeira Liga – Sporting CP v Pacos de Ferreira – Estadio Jose Alvalade, Lisbon, Portugal – April 3, 2022 General view inside the stadium before the match REUTERS/Pedro Nunes
Em causa está uma pergunta feita pela jornalista da SportTV após jogo do Sporting.

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) disse esta quinta-feira que não está a ponderar sancionar a jornalista da SportTV que questionou o treinador do Sporting, Rúben Amorim, sobre o avançado Slimani.

“O CD estava obrigado pelas normas do regulamento da Liga a instaurar um procedimento disciplinar, uma vez que constava no relatório do delegado, mas não pondera sancionar a jornalista”.

Segundo a mesma fonte, foi decidido atribuir ao processo "natureza urgente" e este deverá servir também para "clarificar uma aparente desconformidade constitucional" da norma que está no regulamento de competições.

O Sindicato dos Jornalistas considerou na quarta-feira "um atentado à liberdade de imprensa" o processo instaurado pelo CD da FPF a uma jornalista, por uma questão colocada ao treinador do Sporting.

O processo, instaurado a 30 de agosto, ocorreu depois de uma jornalista do canal SportTV ter feito, na zona de entrevistas rápidas, no final do encontro entre Sporting e Desportivo de Chaves (0-2) para a I Liga de futebol, uma pergunta ao treinador dos 'leões' "fora contexto do jogo que acabara de terminar", explicou o sindicato em comunicado.

“Espero que haja bom senso de recuar”, pede ministro

Esta quinta-feira, em entrevista à SIC Notícias, o ministro da Cultura, que tutela a pasta da Comunicação Social, afirmou esperar “bom senso” da Federação para recuar no processo disciplinar contra a jornalista da SportTV.

Loading...
Últimas Notícias
Mais Vistos