Desporto

Ataque à família de Conceição, Taremi e maus resultados: Pinto da Costa quebra o silêncio

Ataque à família de Conceição, Taremi e maus resultados: Pinto da Costa quebra o silêncio
Gualter Fatia
Presidente do FC Porto publicou um texto na revista “Dragões”.

O presidente do FC Porto publicou um texto na revista “Dragões”, publicação do clube da invicta, onde abordou questões como os maus resultados no campeonato, a “campanha infame da comunicação social de Lisboa contra o Taremi" e ainda o caso do apedrejamento do carro da família de Sérgio Conceição.

Pinto da Costa começou por referir que, ao longo das seis década em que esteve envolvido no dirigismo desportivo, sendo que quatros delas foram à frente do FC Porto, pôde “aprender diversas lições”. O líder portistas decidiu recordar três destes ensinamentos.

Em primeiro lugar, o dirigente dos ‘azuis e brancos’ pronunciou-se acerca da posição ocupada pelo FC Porto no campeonato e do atraso de cinco pontos face ao líder Benfica. Pinto da Costa desvalorizou esta situação e destacou que, na época transata à mesma jornada, os ‘dragões’ apenas tinham conquistado mais um ponto, facto que não foi impeditivo para o clube se sagrar campeão nacional e quebrar o recorde de pontos conquistados na Liga.

Na seguinte "lição" partilhada por Pinto da Costa, o líder portista abordou entre várias questões, o “combate” dos adversários contra o emblema "azul e branco". Dentro desta temática, relembrou os fatores que impediram, segundo o próprio, o FC Porto de se ter sagrado campeão nacional em 1980 e 2019.

“Somos um alvo a abater”, prosseguiu o presidente dos “dragões” antes de acusar a “comunicação social de Lisboa” de levar a cabo uma “campanha infame” contra Taremi.

Como terceira e última lição, aponta a união entre os portistas como a chave para o sucesso do clube.

“Somos muito mais fortes quando os nosso inimigos são só externos.”

Acusa vários “paineleiros” de tentarem dividir o clube e garante que esse fator não pode derrubar nem separar a massa associativa. Para além disso, deixa o apelo para que os adeptos não se deixem afetar por esse tipo de situações.

O dirigente repudiou severamente os acontecimentos vividos pela família do técnico Sérgio Conceição, que foi vítima de um apedrejamento, levado a cabo por alguns adeptos do próprio clube.

“Temos de ser absolutamente intolerantes em relação a atitudes de supostos portistas que se comportam como inimigos do clube.”

Pinto da Costa mostrou assim o seu apoio ao treinador do plantel “azul e branco” e deixou claro que, se os responsáveis por este ato forem sócios do clube, terão de ser “severamente penalizados”.

Para fechar este texto, Pinto da Costa apelou mais uma vez à unidade e garantiu que, só desse modo, o FC Porto pode “combater” aqueles que pretendem o insucesso do clube, assim como só assim é possível atingir o sucesso.

Últimas Notícias
Mais Vistos