Economia

Sindicato insiste que pilotos da TAP têm salários inferiores aos de outras companhias europeias

Acusa o ministro de dar dados incorretos.

O SPAC insiste que os pilotos da TAP têm salários inferiores aos de outras companhias europeias. Numa conferência de imprensa onde tentou rebater alguns dos argumentos do Governo, o sindicato acusou o ministro das Infraestruturas de divulgar dados incorretos sobre a companhia.

"Há várias pessoas, como o senhor ministro das Infraestruturas, que têm passado alguns dados que não estão corretos e nós temos como prová-lo", lamentou Alfredo Mendonça, em conferência de imprensa, em Lisboa.

O SPAC disse ainda desconhecer qual a origem dos dados que apontam que a TAP tem mais pilotos do que as congéneres, defendendo que estes não são verdadeiros.

O que disse o ministro?

O ministro das Infraestruturas disse esta sexta-feira que a TAP tem mais 19% de pilotos por aeronave do que "praticamente todos os concorrentes", sublinhando que a empresa tinha um conjunto de desvantagens competitivas face às congéneres, antes da covid-19.

"A TAP tinha e tem um conjunto de ineficiências que a tornam menos competitiva do que os seus concorrentes, que são as companhias de bandeira. Antes da covid-19 tinha já um conjunto de desvantagens competitivas face às congéneres", acrescentou.

A informação foi transmitida em conferência de imprensa conjunta do ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, e do secretário de Estado do Tesouro, Miguel Cruz, no Ministério das Infraestruturas, em Lisboa, depois de o Governo ter entregado o plano de reestruturação da companhia aérea à Comissão Europeia, na quinta-feira.

SPAC diz que dignidade dos pilotos está a ser atacada

O presidente do sindicato defende que a dignidade "humana e laboral" dos pilotos está a ser atacada.

"Há uma grande campanha de desinformação relativamente aos pilotos e atacando a dignidade dos pilotos. Chegámos ao ponto em que começou a ser atacada a dignidade humana e laboral dos pilotos. Já os compararam com os bancos sujeitos a reestruturações", afirmou Alfredo Mendonça.

Para o responsável, é necessário separar a TAP SGPS da SA.

"Desde 1997 que não era injetado um cêntimo. A TAP SA normalmente apresenta resultados muito diferentes dos referidos", notou.

Alfredo Mendonça lembrou ainda que os pilotos portugueses são disputados por todas as companhias do mundo e considerados "dos melhores trabalhadores que se pode ter".

O plano de reestruturação da TAP

O Governo entregou à Comissão Europeia a proposta inicial do plano de restruturação da TAP, que prevê para o próximo ano um auxílio do Estado de 970 milhões de euros, anunciou o Executivo.

O Governo estima que a TAP tenha condições para começar a devolver os apoios do Estado em 2025, mas até lá poderá ter de receber um valor superior a 3,7 mil milhões de euros, segundo o ministro das Infraestruturas.

  • O cartão amarelo que não se percebe 

    Opinião

    Despir a camisola aquando da celebração de um golo é proibido pelas leis de jogo. Penso que toda a gente sabe disso. Aliás, basta apenas que um qualquer jogador cubra a cabeça usando essa peça de equipamento para ser sancionado.

    Duarte Gomes