Economia

Penhoras das ações da Groundforce foram constituídas a favor dos bancos credores do grupo Urbanos

Uma das maiores fatias dos créditos é ao Novo Banco, avança José Gomes Ferreira.

O Governo admite nacionalizar a Groundforce, perante a iminência de falência da empresa. A SIC sabe que o empresário Alfredo Casimiro não pode dar as ações à TAP em troca de um financiamento de emergência porque as entregou de penhor a terceiros.

Alfredo Casimiro admitiu ao Ministério das Infraestruturas, na noite de sábado para domingo, que não tem as ações porque as deu de penhor de um outro empréstimo. O empresário terá mesmo dito que "não pode dar o que não tem".

Sabe-se agora que as penhoras das ações da Groundforce foram constituídas a favor dos bancos credores do grupo Urbanos, de Alfredo Casimiro, como explica o José Gomes Ferreira.

  • 2:33