Economia

Prémios Novo Banco. CDS quer explicações de Centeno, PS elogia posição do Fundo de Resolução

Cecília Meireles, do CDS, e João Paulo Correia, do PS, analisaram a atribuição de prémios à administração do Novo Banco.

Os prémios monetários da administração do Novo Banco esteve em análise, esta quarta-feira, na Edição da Noite da SIC Notícias. Cecília Meireles, do CDS, diz que o Governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, deve mais explicações. João Paulo Correia afirma que o PS reprova a decisão.

“Houve uma reprovação geral da nossa parte, agora parece-me que é positiva a posição do Fundo de Resolução que foi conhecida hoje [quarta-feira] de descontar esse dois milhões de euros de prémios num próximo acerto de contas com o Novo Banco, ao exemplo do que aconteceu no ano anterior”, diz João Paulo Correia, deputado do PS.

Cecília Meireles sublinha ainda que o Tribunal de Contas apontou várias matérias de incumprimento de contratual realizado com o Novo Banco.

“Eu ouvi muitas vezes o primeiro-ministro a dizer que os contratos são para cumprir. Agora vejo o Tribunal de Contas a explicar que do ponto de vista contratual há umas obrigações que não foram cumpridas”, afirma, considerando que as duas questões referidas são “particularmente graves para o Fundo de Resolução, que é a entidade pública que tem o dever de o fiscalizar”.

  • 1:31