Economia

Bitcoin cai depois de Musk dizer que a vai recusar pelo seu impacto ambiental

Elon Musk, CEO da Tesla

Chris Carlson

As declarações de Musk e as decisões da Tesla tiveram uma influência notável na cotação da bitcoin nos últimos meses.

A cotação da bitcoin, a moeda digital mais utilizada, caiu depois de o fundador da Tesla, Elon Musk, anunciar na rede social Twitter que vai deixar de a aceitar nos pagamentos devido ao seu impacto ambiental.

Segundo a agência Bloomberg, a bitcoin estava a baixar hoje oito por cento para 50.100 dólares (41.447 euros), se bem que tenha chegado a desvalorizar 14% e a aproximar-se dos 46 mil dólares.

O valor atual desta moeda está longe do máximo histórico, de 64.869 dólares, registado em 14 de abril.

Musk, que tem defendido as moedas digitais, anunciou na Twitter que a Tesla tinha deixado de aceitar a bitcoin nas compras dos seus veículos.

A razão que avançou é o crescente uso de combustíveis fósseis para gerar a energia que exige a criação, designada mineração, de bitcoins.

O fundador da Tesla reitera que as moedas digitais são uma "boa ideia" e têm um futuro prometedor, mas sublinha que o seu desenvolvimento não pode basear-se em um grande custo ambiental.

Para Sérgio Ávila, analista da IG, a descida da bitcoin ocorre "no momento que há uma tendência extrema para a sua compra", o eu "abre a porta a correções ainda maiores" da cotação.

Na mensagem na Twitter, Musk adiantou que voltaria a aceitar a bitcoin quando o seu processo de mineração for realizado com energias mais sustentáveis.

Por outro lado, acrescentou que outras moedas digitais requerem um consumo menor de energia na sua mineração.

Para Andrés Garrido, docente no Programa Especializado en Blockchain e Inovação Digital do Instituto de Estudos Bolsistas, de Madrid, o anúncio do fundador da Tesla é "muito propagandístico", uma vez que Musk conhecia perfeitamente o custo ambiental da mineração da bitcoin antes de nela investir e a aceitar como pagamento das compras dos seus veículos.

Na opinião de Garrido, o anúncio de Elon Musk na Twitter pode ser uma forma e forçar a adoção de sistemas de consumo energético más sustentáveis na mineração das moedas digitais, o que também poderia abrir linhas de negócio para a Tesla no setor das baterias.

Em fevereiro, a cotação da moeda digital mais usada disparou depois de a Tesla te investido 1,5 mil milhões de dólares em bitcoins.

Mas, dias depois, a bitcoin sofreu uma forte descida depois de Musk ter considerado, na Twitter, que poderia estar sobrevalorizada. Entretanto, a Tesla desfez-se dos seus ativos em bitcoins.

Veja também: