Economia

PCP responsabiliza o Governo pela instabilidade da Groundforce

O partido afirma ter avançado com propostas para resolver a instabilidade dos trabalhadores.

O PCP responsabiliza o Governo pela instabilidade que se vive na Groundforce. O partido afirma ter proposto a aplicação de um plano de contingência, defendendo que a empresa passe a integrar o setor público.

“Desde há mais de um ano que os trabalhadores da Groundforce estão a enfrentar uma situação de profunda instabilidade e ameaça contra o seu futuro. O PCP não apenas alertou para este problema, como apresentou propostas e soluções concretas”, afirma Bruno Dias.

As propostas do partido passam pela “apresentação de um plano de contingência que fosse adotado pelo Governo para fazer face, por parte da empresa, com as medidas económicas ou financeiras para enfrentar a crise, mas também com o controlo estratégico no setor público para que esta empresa deixasse de ser refém das situações e do ping pong do capital privado, que cada dia é fator de instabilidade e ameaça”.

“O governo optou por não aceitar essa proposta, por deixar andar e o resultado está à vista”, remata.

Veja mais: