Economia

Federação de Bombeiros de Viseu avisa que aumento do preço dos combustíveis pode comprometer socorro

Bombeiros falam em custos "insuportáveis" e esperam uma resposta do Governo para a revisão do valor pago por quilómetros no transporte de doentes.

O aumento do preço dos combustíveis está a provocar queixas em várias corporações de bombeiros. A Federação de Bombeiros de Viseu avisa que pode estar em causa o socorro às populações.

Num quartel de bombeiros com uma média de 15 ambulâncias tem um peso na fatura do gasóleo perto dos 11.000 euros. Mais de 30% em litro de combustível desde o início do ano, num país que não teve o valor pago por quilómetros aos bombeiros desde 2012.

Há corporações em Viseu que usam o rendimento conseguido com o transporte de doentes para financiar o socorro durante o ano.

A Federação de Bombeiros deixa o aviso: um dia pode tocar o telefone e o socorro não sair do quartel.

No distrito de Viseu, os bombeiros esperam uma resposta do Governo para a revisão do valor pago por quilómetros no transporte de doentes sob pena de ficar comprometido o socorro fora da época de incêndios florestais.

VEJA TAMBÉM: