Economia

TAP cancela nova frota: 79 carros tinham sido encomendados para o grupo

Loading...
Um dos carros chegou a ser entregue, mas será devolvido

Afinal, o grupo TAP iria receber 79 e não apenas 50 viaturas para renovar a frota para altos cargos. O contrato de renting assinado para várias empresas associadas à companhia foi cancelado.

À SIC, a TAP diz que estão em curso negociações com o fornecedor relativas ao cancelamento do contrato. Mas não comenta os contornos do que está a ser discutido, nem a possibilidade de eventuais compensações.

Na quinta-feira, a Comissão Executiva da TAP anunciou que iria procurar manter a atual frota automóvel pelo período máximo de um ano, por compreender o "sentimento geral dos portugueses", após polémica sobre carros de luxo.

A polémica com a frota automóvel da TAP começou depois de ser noticiado que a transportadora aérea tinha encomendado uma nova frota de automóveis BMW para a administração e gestores, substituindo os da Peugeot.

Posteriormente, a TAP veio esclarecer que o negócio iria permitir poupar 630 mil euros por ano, mas a empresa acabou por não resistir à polémica e decidiu renegociar o contrato.

Últimas Notícias