Economia

Taxas de juro vão voltar a subir (e muito). Fizemos as contas a dois créditos à habitação

Loading...

Banco Central Europeu prepara-se para anunciar a terceira subida das taxas de juro este ano.

O Banco Central Europeu vai subir de novo as taxas de juro. Será a terceira vez este ano. Os especialistas preveem o pior dos cenários: um aumento de 0,75 pontos percentuais. Fizemos as contas e mostramos-lhe um exemplo de quanto deverá subir a prestação ao banco.

As taxas de juro nunca subiram tanto em tão pouco tempo. Vem aí uma terceira subida este ano e os especialistas dão já como certa uma quarta subida em dezembro. E, de cada vez que sobem os juros do Banco Central Europeu, sobem ainda mais as taxas Euribor, as que servem de referência ao crédito à habitação.

Quanto poderá subir a prestação ao banco?

Com esta nova subida de outubro, num empréstimo de 125 mil euros a 30 anos, a prestação mensal deverá aumentar cerca de 50 euros. E quanto maior for o empréstimo, maior será o agravamento. Se o crédito for de 275 mil euros, por exemplo, vai pagar pelo menos 100 euros a mais, por mês, ao banco.

Qual é a taxa de juro atual e para que valor vai subir?

Em julho, a taxa de juro passou para 0,5% e em setembro para 1,25%, num salto inédito de 0,75 pontos percentuais. Esta quinta-feira, o Banco Central Europeu deverá repetir a dose e a taxa deverá chegar aos 2%.

A presidente do BCE já tinha avisado que a escalada não vai parar até a inflação ficar controlada.

A previsão é que, no próximo ano, as taxas de juro possam chegar aos 3%.

Últimas Notícias