Economia

António Costa garante que venda do Banif ao Santander era a “única alternativa”

António Costa garante que venda do Banif ao Santander era a “única alternativa”
RODRIGO ANTUNES

O primeiro-ministro respondeu às 12 perguntas enviadas pelo PSD em novembro sobre as alegações avançadas por Carlos Costa, antigo governador do Banco de Portugal.

António Costa garante que a venda do Banif ao Santander, em 2015, era a “única alternativa”. Num conjunto de respostas entregues pelo primeiro-ministro ao Parlamento, Costa esclarece que essa foi a conclusão do Banco de Portugal, na altura liderado por Carlos Costa, e que o processo foi conduzido pela instituição.

Além disso, o primeiro-ministro garante que “nunca fez diligências” em favor da idoneidade de Isabel dos Santos, “junto do governador do Banco de Portugal ou de quem quer que seja”. Desmente ainda a versão de Carlos Costas, afirmando que não se pronunciou ”sobre se [Isabel dos Santos] devia ou não ser considerada idónea para ser administradora do EuroBic, quanto mais por esta ser filha de um Presidente de um país amigo". O primeiro-ministro afirma que apenas agiu para procurar resolver o bloqueio acionista no BPI.

As respostas do primeiro-ministro surgem dois meses depois de o PSD ter enviado 12 perguntas sobre as declarações de Carlos Costa, ex-governador do Banco de Portugal. No livro “O Governador”, Carlos Costa acusou o Governo de precipitar a resolução do Banif e António Costa de o ter tentado demover da intenção de afastar Isabel dos Santos do Banco BIC.

Últimas Notícias