À conquista de Marte

Helicóptero Ingenuity fez o primeiro voo histórico em Marte

O Ingenuity tirou esta foto enquanto pairava sobre a superfície marciana em 19 de abril de 2021, durante o primeira voo controlado e motorizado noutro planeta.

NASA/JPL

NASA está a receber os dados enviados pelo robô Perseverance com um atraso de 4 horas.

O mini helicóptero Ingenuity da NASA fez hoje o primeiro voo controlado de um engenho motorizado noutro planeta, confirmou a agência espacial norte-americana.

"Os dados do altímetro confirmam que o Ingenuity fez o primeiro voo de um veículo motorizado noutro planeta", anunciou um engenheiro do Jet Propulsion Lab da NASA, sob aplausos e gritos de alegria da equipa.

Durante a transmissão em direto da NASA foi possível ver um pequeno vídeo do voo feito pelo robô Perseverance. Vê-se o pequeno engenho a pairar cerca de três metros acima do solo para logo a seguir pousar.

O próprio helicóptero enviou depois uma foto em preto e branco da sua sombra projetada no planeta vermelho.

“Agora já podemos dizer que os humanos conseguiram fazer voar um engenho motorizado noutro planeta!”, afirmou entusiasmanda a chefe da equipa Mimi Aung.

O helicóptero Ingenuity filmado pela Mastcam-Z a bordo do robô Perseverance a 8 de abril de 2021, 48.º dia marciano da mmissão.

O helicóptero Ingenuity filmado pela Mastcam-Z a bordo do robô Perseverance a 8 de abril de 2021, 48.º dia marciano da mmissão.

NASA/JPL-Caltech/ASU

Os dados são enviados pelo robô Perseverance e demoram cerca de 4 horas a chegar à Terra.

O primeiro voo durou alguns segundos. A NASA prevê até cinco voos, de dificuldade crescente, no período de um mês.

Pequeno helicóptero para uma missão gigante

O Ingenuity chegou a 18 de fevereiro a Marte acoplado ao robô Perseverance. Separou-se a 4 de abril do Perseverance que lhe fornecia energia. Desde então está dependente dos seus próprios painéis solares para sobreviver às geladas noites marcianas, com temperaturas que chegam aos -90ºC.

Constituído por quatro apoios, um corpo e duas hélices sobrepostas, o Ingenuity pesa 1,8 kg e mede 1,2 metros de uma ponta à outra das pás.

Este voo é uma verdadeira proeza, porque o ar marciano tem uma densidade equivalente a apenas 1% da atmosfera da Terra. E é empurrando o ar enquanto giram que as hélices conseguem levantar o peso.

O Perseverance tem como missão vasculhar a superfície de Marte à procura de vestígios de vida e de recolher amostras do solo e das rochas. As amostras serão posteriormente enviadas para análise na Terra através de uma outra missão robótica, com lançamento previsto para 2022, da responsabilidade da Agência Espacial Europeia (ESA) - a ExoMars.

Nesta primeira missão dedicada à astrobiologia, a NASA vai procurar sinais (químicos) de vida microbiana passada em Marte, caracterizar o clima e a geologia do planeta e, assim, abrir caminho para o envio de astronautas.

As primeiras imagens enviadas pelo robô Perseverance a partir de Marte

À conquista de Marte

Fevereiro de 2021 ficou marcado pelo sucesso de três missões a Marte: a da NASA, que a 18 de fevereiro pousou em solo marciano o robô Perseverance (Perseverança). Na semana anterior entraram na órbita do planeta vermelho a primeira a sonda Al Amal (Esperança em árabe) dos Emirados Árabes Unidos. a 8 de fevereiro - e a Tianwen-1, o primeiro aparelho orbital chinês a ser bem sucedido nesta manobra, a 10 de fevereiro.