Autárquicas

Autárquicas. Eduardo Pinheiro recusa convite e agradece "confiança depositada"

O PS continua sem candidato para apresentar na corrida à Câmara do Porto.

Eduardo Pinheiro, secretário de Estado da Mobilidade, recusou o convite para ser candidato do PS à Câmara Municipal do Porto. Os socialistas continuam sem candidato para a autarquia.

Na terça-feira, ficou a saber-se que Eduardo Pinheiro tinha sido convidado para encabeçar a candidatura socialista à presidência da Câmara Municipal do Porto. Na quarta-feira, o candidato anunciou que não vai entrar na corrida autárquica.

Numa nota enviada à agência Lusa, o secretário de Estado da Mobilidade diz ter recebido com orgulho o convite do presidente da Distrital do Porto, mas, depois de refletir, recusou agradecendo "a confiança depositada".

Não indica o motivo que levou a esta decisão. A imprensa escreve que por ser considerado uma figura de segunda linha – no PS e no Porto –, o nome de Eduardo Pinheiro não foi bem recebido por algumas estruturas do partido.

António Costa, enquanto secretário-geral do PS, diz compreender a decisão, mostra-se solidário e espera que federação e concelhia socialistas encontrem uma alternativa que seja uma solução vitoriosa.

Eduardo Pinheiro tem 42 anos, é secretário de Estado da Mobilidade e um dos cinco coordenadores regionais do combate à pandemia de covid-19. Foi vice-presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, tendo assumido a presidência da autarquia em 2017, quando Guilherme Pinto renunciou ao cargo por razões de saúde.

Veja mais: