Eleições Autárquicas

Autárquicas: Rio chega à sede do PSD sem declarações

O líder do PSD, Rui Rio

JOSE COELHO

Jornalistas presentes eram os únicos rostos visíveis na Rua de São Caetano, em Lisboa.

O presidente do PSD, Rui Rio, chegou este domingo à sede nacional do PSD pelas 18:47, sem declarações aos jornalistas, que são, por enquanto, os únicos rostos visíveis na Rua de São Caetano, em Lisboa.

Rui Rio chegou de carro, sozinho, com a sua assessora e o motorista, ao jardim da sede do partido, e apenas disse à chegada: "Que batalhão!".

Dentro da sede, além dos funcionários do partido, apenas os jornalistas se distribuem por três salas do primeiro andar, tendo Rui Rio subido ao segundo pisto, onde se concentrarão alguns membros da direção e no qual já está o secretário-geral e coordenador autárquico social-democrata, José Silvano.

As declarações da noite autárquica vão ter lugar na sala onde habitualmente se reúne a comissão política do PSD, com sete câmaras já montadas e dez cadeiras para os jornalistas.

Em duas salas laterais e com janelas abertas e acesso à varanda, concentra-se a restante comunicação social, com direito a uma mesa de catering com sandes, salgados e bebidas e uma televisão de ecrã gigante.

Nas autárquicas, o PSD concorre sozinho a 153 municípios, integra 146 coligações (lidera 142 e as outras quatro são encabeçadas pelo CDS-PP), e nos restantes nove concelhos do país apoia listas de cidadãos independentes (a maioria nos Açores e na Madeira).

Há quatro anos, o PSD teve o seu pior resultado autárquico de sempre, que levou à demissão do anterior líder, Pedro Passos Coelho: os sociais-democratas perderam oito câmaras em relação a 2013 e conquistaram 98 presidências (79 sozinhos e 19 em coligação), cerca de 13.500 eleitos locais, embora sem grandes variações em termos de votos e percentagens, tendo o partido, sozinho, alcançado 16,08% dos votos (contra os 16,7% de 2013).

Veja também:

  • A escola como uma gigantesca perda de tempo

    País

    Pode ser Eva. Fez um teste de Geografia e foi a única da turma a ter negativa. Dos seus olhos formosos e inexpressivos, num rosto negro como o touro do Herberto Helder, ruíram-lhe duas lágrimas. Mas daquelas que represam tanta água - tanta mágoa - que deixam cicatrizes aquosas. 43%.

    Opinião

    Rui Correia