Eleições Autárquicas

Moedas quer trabalhar com todos os partidos para "deixar a política de fricção"

O novo autarca de Lisboa cumpriu a promessa feita na campanha e foi almoçar com os trabalhadores dos serviços de higiene e limpeza da Câmara.

Carlos Moedas tinha prometido almoçar com os trabalhadores dos serviços de higiene e limpeza da Câmara de Lisboa e, esta segunda-feira, cumpriu a promessa. Antes do encontro, disse aos jornalistas que já falou com Fernando Medina, mas ainda não tem data para a tomada de posse.

“Já tive uma excelente conversa com Fernando Medina ontem [domingo], vamos organizar tudo, tudo vai correr bem. Penso que estamos todos com grande boa vontade dos dois lados. Tudo isso vai acontecer nos dias que aí vêm. Vamos fazer uma transição correta, genuína para bem dos lisboetas”, disse Moedas aos jornalistas.

O novo autarca da capital sublinhou que, neste mandato tem como missão estar “ao lado dos mais frágeis” e que, para isso, conta “com todos os partidos e com todos os vereadores”.

“Temos de deixar a política de fricção e passarmos para uma política de construção das soluções, para os resultados”, disse ainda, acrescentando que “a Comissão Europeia é talvez a melhor escola para trabalhar com todas as forças políticas”.

Moedas afirma ser um “homem de consensos” que quer “incluir as pessoas nas decisões”. Neste almoço com os trabalhadores dos serviços de higiene e limpeza, o novo autarca de Lisboa pretende trabalhar já para encontrar soluções para os “grandes problemas que hoje se vivem e que estes serviços sentem”.

► SAIBA TUDO O QUE SE PASSOU NA NOITE DAS AUTÁRQUICAS

► VEJA MAIS:

  • A escola como uma gigantesca perda de tempo

    País

    Pode ser Eva. Fez um teste de Geografia e foi a única da turma a ter negativa. Dos seus olhos formosos e inexpressivos, num rosto negro como o touro do Herberto Helder, ruíram-lhe duas lágrimas. Mas daquelas que represam tanta água - tanta mágoa - que deixam cicatrizes aquosas. 43%.

    Opinião

    Rui Correia