Eleições Autárquicas

Ventura garante que “não haverá nenhum acordo autárquico entre o PSD e o Chega"

O líder do Chega assume a responsabilidade de não ter cumprido o objetivo de ser a terceira maior força política.

André Ventura garante que não haverá acordos autárquicos com o PSD. Sobre não ter conseguido que o Chega fosse a terceira força política nestas eleições, o líder assume a responsabilidade, mas salienta que o partido conseguiu mais vereadores do que o Bloco de Esquerda.

“Aparentemente os números que temos indicam-nos já 15 vereadores eleitos. Repare que o Bloco de Esquerda, no seu melhor momento, teve 12 vereadores. O Chega na primeira eleição que vai tem 15 vereadores. É extraordinário, é histórico”, disse André Ventura, assumindo as responsabilidades por não ter alcançado o objetivo do terceiro lugar.

Nas várias câmaras onde o Chega elegeu vereadores, Ventura recusa que o partido esteja “à venda” e coloca de parte qualquer possibilidade de fazer acordos autárquicos com o PSD.

“Não haverá nenhum acordo autárquico entre o PSD e o Chega, não haverá nenhuma plataforma de entendimento enquanto isso não acontecer a nível nacional. Nós não estamos à venda. Eu sei que agora virá muita pressão sobre o Chega para, nas câmaras onde ficou decisivo – dou o exemplo de Santarém, Moura, Entroncamento – para fazer acordos de governação”, reitera.

Ventura garante que os acordos feitos pelo Chega “não serão com o partido A ou B, serão em prol da população, de mais condições de segurança, de proteger os portugueses de bem, os contribuintes, de proteger quem trabalha”.

► SAIBA TUDO O QUE SE PASSOU NA NOITE DAS AUTÁRQUICAS

► VEJA MAIS: