Confrontos no Irão

Vários mortos e centenas de detidos em manifestações no Irão

Vários mortos e centenas de detidos em manifestações no Irão
Markus Schreiber

Protestos são contra a morte da jovem Mahsa Amini depois de ser detida pela polícia dos Costumes por ter violado o código de vestuário islâmico.

Várias pessoas foram hoje presas no Irão no seguimento das manifestações na capital, em protesto contra a morte de uma jovem depois de ser detida pela polícia dos Costumes por ter violado o código de vestuário islâmico.

As autoridades iranianas responderam com violência aos protestos, onde muitas mulheres participaram sem o véu e entoaram slogans contra o governo, de acordo com a agência francesa de notícias France-Presse (AFP), que dá conta da dificuldade de avaliar o número de participantes e de detidos devido à imposição de restrições à utilização da internet.

Dezenas de pessoas, principalmente manifestantes mas também membros das forças de segurança, foram mortas durante os protestos e há centenas de pessoas, incluindo mulheres, que foram presas, diz a AFP, sem apresentar números concretos.

Segundo o governo do Irão, os protestos, que incluem também o fecho de vários estabelecimentos, está a ser orquestrado pelos Estados Unidos.

Morte de Mahsa Amini

Mahsa Amini, de 22 anos, foi detida a 13 de setembro e morreu três dias depois de ter sido presa em Teerão pela Polícia dos Costumes por alegadamente ter violado o rigoroso código de vestuário da República Islâmica, onde os véus são obrigatórios para todas as mulheres em espaços públicos, o que desencadeou um conjunto de manifestações e uma onda de indignação internacional.

Últimas Notícias
Mais Vistos