Coronavírus

Como surgiu o surto de coronavírus na região da Lombardia

Como surgiu o surto de coronavírus na região da Lombardia

Primeiro caso foi desencadeado por um homem sem sintomas.

Especial Coronavírus

Um homem regressou da China sem sintomas e terá tido febre pela primeira vez a 10 de fevereiro. Foi testado para coronavírus e as análises deram negativo, mas os médicos acreditam que será a chave para entender como um italiano de 38 anos ficou doente e infetou outras 13 pessoas na região da Lombardia.

Os médicos acreditam que o amigo do paciente que tinha regressado da China chegou a estar infetado, mas terá conseguido curar-se sem qualquer intervenção.

É o 1º caso de contágio local. O italiano de 38 anos que ficou doente transmitiu o vírus à mulher, grávida de oito meses. Entre os outros casos estão amigos e amigos de amigos, além de médicos, enfermeiros e pacientes do hospital a que recorreu, e que levantam agora dúvidas sobre se Itália estará preparada para lidar com o novo coronavírus.

A vida social do paciente levou a que centenas de pessoas estejam agora em quarentena, um número que se espera que venha a aumentar à medida que se reconstitui a rotina do italiano.

Nas últimas duas semanas, viajou em trabalho pela região da Lombardia, participou numa corrida e num jogo de futebol, por exemplo. Várias cidades foram colocadas em isolamento.

Lojas, supermercados e escolas estão fechados. Nas empresas, o Governo aconselha ao trabalho remoto para evitar contacto entre as pessoas, que são convidadas a ficar em casa.

Já em Pádua, na região de Veneto morreu o primeiro italiano com coronavírus. Um homem de 78 anos que estava internado com a mulher. Segue-se um período de quarentena para quem contactou com a vítima. A morte não está relacionada com o surto em Lombardia.

Veja também: