Coronavírus

Hospital de Coimbra compra fatos de pintor para "situação de catástrofe"

Hospital de Coimbra compra fatos de pintor para "situação de catástrofe"

Portugal tem 61 casos confirmados de coronavírus

Especial Coronavírus

O conselho de administração dos hospitais de Coimbra admite que foram comprados fatos de pintor para serem usados pelos profissionais de saúde. O presidente Fernando Regateira garante que os equipamentos de proteção são apenas para uma situação de catástrofe.

Portugal tem 61 casos confirmados de coronavírus. Esta quarta-feira, o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra confirmou que tem um doente internado com Covid-19. Trata-se de um adulto residente na zona Centro do país.

Veja também: