Coronavírus

Qatar anuncia 238 novos casos de Covid-19

Dado Ruvic

A Organização Mundial de Saúde declarou esta quarta-feira a doença Covid-19 como pandemia.

Especial Coronavírus

O Qatar recenseou hoje 238 novos casos confirmados de pessoas infetadas pelo novo coronavírus e que abrange "expatriados", elevando o balanço no país a 262, indicou esta quata-feira o Ministério da Saúde Pública.

As pessoas infetadas "foram colocadas em regime de quarentena como medida de precaução" e desta forma "não entraram em contacto com a restante população", precisou o ministério, citado pela agência noticiosa oficial QNA.

O Qatar não anunciou qualquer morte, mas encerrou universidades e escolas, anulou numerosos eventos públicos, designadamente o grande prémio de motociclismo MotoGP, e proibiu a entrada no país a viajantes de 14 países.

À semelhança dos restantes países do Golfo, a maioria dos primeiros casos diagnosticados no Qatar são de pessoas provenientes do Irão.

O Qatar, país rico em hidrocarbonetos e vizinho da Arábia Saudita, é proprietário da companhia aérea de longo curso Qatar Airways. A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.300 mortos em 28 países e territórios.

O número de infetados ultrapassou as 120 mil pessoas, com casos registados em 120 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 59 casos confirmados.

Face ao avanço da epidemia, vários países têm adotado medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena inicialmente decretado pela China na zona do surto.

A Itália é o caso mais grave depois da China, com mais de 10.000 infetados e pelo menos 631 mortos, o que levou o Governo a decretar a quarentena em todo o país.

Veja também: