Coronavírus

Acostagem de navios de cruzeiro está proibida até 31 de março na Madeira

A decisão representa a perda de 23 escalas de navios e 50 mil passageiros e é uma medida para prevenir a propagação do novo coronavírus.

Especial Coronavírus

Na Madeira está proibida a acostagem de navios de cruzeiro e todos os passageiros e tripulações serão alvo de rastreio à chegada aos aeroportos.

SIGA AO MINUTO AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE O SURTO DE COVID-19

Veja também: