Coronavírus

Póvoa de Varzim vai controlar entradas na cidade no fim de semana

ESTELA SILVA

Os passadiços juntos às praias serão encerrados para impedir a afluência de pessoas

Especial Coronavírus

A Câmara da Póvoa de Varzim, distrito do Porto, garantiu esta sexta-feira que está preparado o dispositivo de controlo de entrada de pessoas na cidade, no fim de semana, como forma de prevenção da propagação da pandemia da Covid-19.

"Em articulação com as forças policiais e a proteção civil preparámos um controlo de entrada de pessoas na cidade, para ser aplicado este fim de semana. Quem não residir na Póvoa de Varzim e não tiver motivos de força maior para cá vir, não iremos permitir a sua circulação. Vamos também fechar a marginal ao trânsito e a polícia municipal estará nas ruas a aconselhar as pessoas a ficarem em casa", disse Aires Pereira, presidente da autarquia.

O autarca da Póvoa não quer que se repita "a anormal e incompreensível afluência de pessoas que se registou na marginal da cidade no passado domingo" e decretou, ainda, o encerramento dos passadiços junto às praias do norte do concelho, garantindo que essas estruturas serão vigiadas pela Polícia Marítima.

A Câmara da Póvoa de Varzim decidiu também encerrar ao público os dois cemitérios da cidade, e anunciou que o mercado municipal, que está aberto apenas três dias por semana - quarta-feira, sexta-feira e sábado -, terá o número de entradas simultâneas no espaço controladas.

Autarquia reservou um hotel para os profissionais de saúde

Aires Pereira divulgou, ainda, que a autarquia reservou um hotel na cidade, exclusivamente para os profissionais de saúde que trabalhem no Centro Hospitalar Póvoa de Varzim/Vila do Conde, e que pode ser usado sempre que os mesmos o entenderem.

Também nessa unidade de saúde que serve as duas cidades foi já montada, num edifico contíguo e que é pertença da autarquia, uma unidade dedicada apenas aos casos de Covid-19, permitindo separar esses pacientes dos restantes casos de saúde que o hospital continua a tratar.

Quanto a medidas de âmbito social, o presidente da Câmara da Póvoa de Varzim revelou que desde a última semana já foram servidas 350 refeições, em regime de take away, e 36 cabazes de alimentos a pessoas e famílias com comprovadas carências financeiras.

Foi também reforçado o Fundo Social de Emergência Social, para pessoas em situações de extrema necessidade, que vai apoiar no pagamento de rendas, medicamentos, e contas de água, luz e eletricidade.

A autarquia tem também promovido uma ligação telefónica diária a cada um dos 129 idosos inscritos nos centros ocupacionais do município, para aferir eventuais necessidades, e criou uma linha de apoio psicológico.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da Covid-19, já infetou mais 505 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram cerca de 23.000. Dos casos de infeção, pelo menos 108.900 são considerados curados.

MAPA INTERATIVO MOSTRA EM TEMPO REAL OS PAÍSES AFETADOS PELO CORONAVÍRUS

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, que está em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 2 de abril, registaram-se 60 mortes e 3.544 infeções confirmadas, segundo o balanço feito na quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde.

Veja também:

  • 246 mortos e quase 10 mil casos de Covid-19 em Portugal

    Coronavírus

    O último balanço da DGS dá conta de 246 mortes e 9.886 casos de Covid-19 em Portugal. São mais 37 óbitos e 852 infetados em relação a ontem. Nas últimas 24 horas, Espanha registou mais 932 mortes e 7.472 casos. O balanço de vítimas em território espanhol ascende agora a 117.710 infetados e 10.935 vítimas mortais. A edição deste ano do festival Rock in Rio em Lisboa foi adiada para 2021. Siga aqui ao minuto as últimas informações sobre a pandemia.

    Direto

    SIC Notícias