Coronavírus

São já quatro os infetados nas prisões portuguesas

Estão todos em isolamento.

Especial Coronavírus

O Ministério da Justiça revelou hoje que aumentou para quatro o número de infetados com covid-19 no sistema prisional e que estão todos em isolamento segundo indicação da saúde pública.

Em comunicado, o Ministério da Justiça adianta que os infetados com o novo coronavírus são um guarda prisional do Hospital Prisional S. João de Deus (Caxias), uma auxiliar do mesmo hospital, um outro guarda da cadeia de Custoias, no Porto, e uma mulher que entrou no sistema prisional já infetada e que está em isolamento hospitalar.

O ministério recorda que estão proibidas as visitas aos reclusos, que o Plano de Contingência para a covid-19 tem sido regularmente atualizado e que na segunda-feira foram distribuídas 13.900 máscaras pelos estabelecimentos prisionais de todo o país, exceto nos das regiões autónomas.

“O stock de máscaras e outros materiais de prevenção de contágio irão ser renovados à medida das necessidades”, indica a nota, acrescentando que o diretor-geral dos serviços deu ordens para que “as máscaras devem ser usadas por todos os colaboradores” e que esta lhes é dada quando iniciam as funções diárias.

Sobe para 160 o número de mortos por Covid-19 em Portugal, mais de 7 mil casos

Portugal regista hoje 160 mortes associadas à covid-19, mais 20 do que na segunda-feira, e 7.443 infetados (mais 1.035), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Além disso, o Governo declarou no dia 17 o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

SIGA AQUI AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA