Coronavírus

Costa admite morte de infetados não diagnosticados com Covid-19

Costa admite morte de infetados não diagnosticados com Covid-19

Declarações do primeiro-ministro numa entrevista à Rádio Renascença.

Especial Coronavírus

O primeiro-ministro, António Costa, admitiu esta sexta-feira, numa entrevista à Rádio Renascença, que podem não ter sido contabilizados todos os casos de infeção por Covid-19 nas mortes registadas em março. Votlou ainda a reiterar que abril é o mês mais crítico para o controlo do coronavírus em Portugal.

OS NÚMEROS DO CORONAVÍRUS EM PORTUGAL

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 246 mortes, mais 37 do que na véspera (+17,7%), e 9.886 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 852 em relação a quinta-feira (+9,4%).

Dos infetados, 1.058 estão internados, 245 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 68 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 2 de março, mantém-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.Além disso, o Governo declarou no dia 17 de março o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.