Coronavírus

Portugal fez mais de 144 mil testes à Covid-19 desde 1 de março

Denis Balibouse

Na terça-feira foram feitos quase 10 mil testes.

Especial Coronavírus

O número de testes diários à Covid-19 em Portugal atingiu na terça-feira "quase 10 mil amostras", tendo desde 01 de março sido realizados "mais de 144 mil" diagnósticos, revelou hoje o secretário de Estado da Saúde.

"Desde 01 de março, foram realizados mais de 144 mil testes de diagnóstico à Covid-19 (a doença provocada pelo novo coronavírus). O dia em que mais testes foram realizados foi na terça-feira. Foram processadas quase 10 mil amostras", disse António Lacerda Sales na conferência de imprensa diária para fazer um balanço da pandemia no país.

O responsável esclareceu que "estão em análise" mais instituições para integrar a rede que atualmente realiza testes, que atualmente abrange, para além de "26 laboratórios do Serviço Nacional de Saúde e sete grupos laboratoriais privados", o "laboratório militar, o Instituto de Medicina Molecular da Universidade de Lisboa e as universidades do Minho e do Algarve".

De acordo com Lacerda Sales, "em análise" para integrar "em breve" a rede que realiza testes diagnósticos de Covid-19 está a Universidade de Coimbra. Referindo-se aos testes realizados desde 01 de março, o governante esclareceu que 52% foram feitos nos laboratórios públicos e 48% em privados. Lacerda Sales revelou na terça-feira que, desde 01 de março, Portugal realizou "mais de 130 mil testes" de rastreio à covid-19 e que, na semana passada, 65 mil destinaram-se à região Norte.

"Continuamos empenhados em fazer o máximo de testes da nossa capacidade, que são os 11 mil testes diários. Procuramos que os materiais cheguem aos locais que mais precisam a cada momento e de forma equitativa", observou.

Siga aqui aoi minuto todas as informações sobre a Covid-19

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 409 mortes, mais 29 do que na véspera (+7,6%), e 13.956 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 815 em relação a quarta-feira (+6,2%).

Dos infetados, 1.173 estão internados, 241 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 205 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado no dia 02 de abril na Assembleia da República.