Coronavírus

Governo reconhece que fiscalização do uso de máscara nos transportes não vai ser fácil

Horas de ponta não permitem distância de segurança.

Especial Coronavírus

O Governo reconhece que a fiscalização do uso de máscara e da lotação nos transportes públicos não vai ser fácil. A preocupação é partilhada pelos responsáveis da área metropolitana de Lisboa e pelos sindicatos dos transportes.

A partir de segunda-feira, as máscaras são obrigatórias nos transportes e quem não cumprir a lei pode ter de pagar uma multa até 350 euros.

ACOMPANHE AQUI AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

ESPECIAL CORONAVÍRUS