Coronavírus

Covid-19: Mais de 20,1 milhões de infetados em todo o mundo

RAJAT GUPTA

Registaradas mais de 736 mil mortes.

Especial Coronavírus

A pandemia do novo coronavírus causou pelo menos 736.828 mortos em todo o mundo desde o aparecimento da doença na China em dezembro, segundo o balanço desta segunda-feira às 11:00 TMG (12:00 em Lisboa) da agência France-Presse.

Mais de 20.122.700 casos foram diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, dos quais 12.080.900 foram considerados curados.

Nas últimas 24 horas foram registados 5.035 mortos e 232.781 infetados em todo o mundo.

Os países que registaram mais novas mortes foram a Índia (871 novos óbitos), o México (705) e o Brasil (703).

Trump fala em vírus altamente contagioso e compara-o à gripe espanhola

Os Estados Unidos são o país mais afetado tanto em número de mortos como de casos, com 163.465 mortes em 5.094.565 infetados, segundo os dados da Universidade Jonhs Hopkins. Pelo menos 1.670.755 pessoas foram consideradas curadas.

Washington está a analisar uma medida que poderá impedir a entrada de cidadãos norte-americanos no país perante suspeitas de infeção. Donal Trump, perante o avanço da doença, diz que este vírus é altamente contagioso e comparou-o com o da gripe espanhola, no final da década de 20 do século passado.

Após os Estados Unidos, os países mais atingidos são o Brasil, com 101.752 mortos em 3.057.470 casos, o México com 53.003 óbitos (485.836 casos), o Reino Unido, com 46.526 mortos (311.641 casos), e a Índia, com 45.257 óbitos para 2.268.675 casos de infeção pelo novo coronavírus.

Europa lida com novos aumentos de infeções

Entre os países mais afetados, a Bélgica é o que lamenta mais mortos em relação à sua população, com 85 mortes por 100.000 habitantes, seguida do Reino Unido (69), do Peru (65), da Espanha (61) e da Itália (58).

Vários países da Europa lidam com novos aumentos de infeções, sobretudo nos jovens, o que está a preocupar as autoridades de vários países. O ator António Banderas é mais recente figura mediática a anunciar que está infetado.

A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau) regista oficialmente um total de 84.712 casos (44 nas últimas 24 horas), entre os quais 4.634 mortos e 79.284 recuperados.

A América Latina e as Caraíbas totalizavam hoje às 12:00 de hoje 222.396 mortos em 5.624.261 casos, a Europa 213.720 mortos (3.384.004 casos) e os Estados Unidos e o Canadá 172.483 mortes (5.214.304 infetados).

A Ásia registava 73.707 mortos (3.556.796 casos), o Médio Oriente 30.566 óbitos (1.260.998 infetados), a África 23.592 mortos (1.058.701 casos) e a Oceania 364 óbitos para 23.640 casos de infeção.

O balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da OMS.