Coronavírus

Papa ajuda na luta contra a Covid-19 no Brasil com envio de material médico

CLAUDIO PERI

Além do Brasil, o Vaticano já enviou material médico e hospitalar a outros países, de vários continentes.

Especial Coronavírus

O Papa Francisco enviou ao Brasil material médico, como 18 ventiladores pulmonares e seis aparelhos de ultrassom, para o combate à pandemia de Covid-19, informou esta segunda-feira a Esmolaria Apostólica, responsável pela divulgação das obras de caridade do pontífice.

"Para concretizar a proximidade e o afeto do Santo Padre neste momento de dura provação e dificuldade, este mobilizou-se de diferentes formas e em várias frentes para buscar material médico e equipamento eletromédico para doar a muitos centros de saúde em situação de emergência e pobreza (...) para salvar e curar muitas vidas humanas", indica um comunicado daquele serviço do Vaticano.

Uma vez no Brasil, os aparelhos serão entregues e doados a diversos hospitais indicados pela Nunciatura Apostólica para que este gesto "possa ajudar os mais pobres e necessitados".

Além do Brasil, o Vaticano já enviou material médico e hospitalar a outros países, de vários continentes, como África, América do Sul, Europa ou Ásia.

Brasil regista mais de 107 mil mortes por Covid-19

O Brasil totaliza 107.852 óbitos e 3.340.197 casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia, sendo o segundo país mais atingido pela doença no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos da América.

A pandemia de Covid-19 já provocou pelo menos 770.429 mortos e infetou mais de 21,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.