Coronavírus

Alemanha regista novo máximo diário de novas infeções por Covid-19

Protesto dos profissionais de saúde alemães em Berlim.

CLEMENS BILAN / EPA

Pelo menos 2.673 novas infeções pelo coronavírus nas últimas 24 horas.

Especial Coronavírus

A Alemanha registou 2.673 novas infeções pelo coronavírus nas últimas 24 horas, um novo máximo desde a segunda quinzena de abril, ultrapassando os 2.500 casos duas vezes em poucos dias, divulgou hoje o Instituto Robert Koch (RKI).

O número total de casos positivos do novo coronavírus desde o anúncio do primeiro contágio no país, no final de janeiro, é de 294.395, com um total de 9.508 mortes, mais oito óbitos nas últimas 24 horas.

Cerca de 259.500 pessoas já superaram a doença e os casos ativos são cerca de 25.400.

Existem atualmente 362 pacientes com a covid-19 nos cuidados intensivos, dos quais 193 requerem respiração assistida, indicou o RKI no seu boletim diário divulgada na tarde de quinta-feira.

Dos 17.607 pacientes que já não estão na unidade de cuidados intensivos, 4.197 (24%) morreram.

A incidência acumulada nos últimos sete dias na Alemanha é de 14,9 casos por 100.000 habitantes e em quatro distritos há mais de 50 casos por 100.000.

O pico de infeções foi registado entre o final de março e o início de abril, com mais de 6.000 novas infeções diárias.

Mais de 1 milhão de mortos e 34 milhões de infetados no mundo

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão de mortos e mais de 34 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.977 pessoas dos 76.396 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.