Coronavírus

Covid-19. Portugal entra no patamar de risco mais elevado 

Região Norte regista mais de metade das novas infeções.  

Especial Coronavírus

Portugal entrou no patamar de risco mais elevado, devido à pandemia de covid-19, com vários surtos ativos de norte a sul.

A região Norte regista mais de metade das novas infeções.

No distrito de Bragança, há quase 600 casos ativos de covid-19. Esta sexta-feira, o número de mortos no lar da Santa Casa da Misericórdia aumentou para 21. O surto começou no final de setembro e já fez pelo menos 160 infetados, entre utentes e funcionários.

Outro surto que preocupa as autoridades de saúde é o do lar da aldeia de Vilarinho dos Galegos, em Mogadouro, onde há 20 casos positivos, entre os quais 16 utentes e quatro funcionários.

PORTUGAL ATRAVESSA "MOMENTO MUITO DIFÍCIL DA EVOLUÇÃO DA PANDEMIA"

A ministra da Saúde diz que se vive “um momento muito difícil da evolução da pandemia em Portugal e na Europa” e que “os próximos dias se anteveem complicados, com elevada pressão sobre o Serviço Nacional de Saúde”.

Marta Temido revelou que está a ser criado um hospital de campanha em Penafiel para servir os concelhos da região do Vale do Sousa e referiu que o Governo decidiu aceitar a distribuição de testes rápidos à Covid-19 da Cruz Vermelha Portuguesa.

MAIS 31 MORTES E 2.899 CASOS DE COVID-19 EM PORTUGAL NAS ÚLTIMAS 24 HORAS

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou no boletim diário desta sexta-feira que há mais 31 mortes e 2.899 novos casos de Covid-19 em Portugal.

O número de mortes subiu de 2.245 para 2.276, mais 31 do que na quinta-feira, o número mais elevado de óbitos num só dia desde 24 de abril, quando foram anunciadas pela DGS 34 mortes.

O número de infetados subiu de 109.541 para 112.440, mais 2.899 em 24 horas.