Coronavírus

Empresários da restauração em protesto por mais apoios do Estado

Armando Franca

O setor perdeu 49 mil postos de trabalho no terceiro trimestre deste ano.

Especial Coronavírus

Empresários e colaboradores da restauração do bairro de Alfama manifestam-se esta quarta-feira junto à Assembleia da República para pedir mais apoios ao Governo.

O setor da restauração quer ser recompensado pela falta de receitas devido às restrições impostas com o novo estado de emergência.

A circulação na via pública está proibida durante a semana entre as 23h00 e as 05h00 e ao fim de semana a partir das 13h00 nos 121 concelhos com maior risco de contágio. Nestes concelhos, os restaurantes são obrigados a encerrar às 22h30 durante a semana.

Os empresários dizem que estas regras estão a prejudicar o setor e que podem levar muitos restaurantes à falência.

Restaurantes cheios... de lugares vazios

O Governo vai aprovar esta semana um pacote de ajuda específico para a restauração. O anúncio foi feito na segunda-feira por António Costa durante uma entrevista à TVI.

A medida aplica-se aos restaurantes dos concelhos mais atingidos e pretende compensar a receita que os estabelecimentos vão perder nos próximos dois fins de semana. Este apoio vai ser atribuídos após análise da receita de cada um dos restaurantes através do E-fatura.

Contactados pela SIC, os Ministérios das Finanças e Economia remetem para os próximos dias os moldes de como vai o Governo compensar o setor da restauração.

Veja também:

  • 1:44