Coronavírus

Portugal com mais 62 mortes e 6.472 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Últimos dados divulgados pela DGS.

Especial Coronavírus

Portugal registou nas últimas 24 horas 6.472 novos casos de infeção e mais 62 mortes associadas à doença Covid-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) deste sábado.

Desde o iníco da pandemia em Portugal morreram 3.824 pessoas dos 255.970 casos de infeção confirmados.

A DGS indica que, das 62 mortes registadas nas últimas 24 horas, 24 ocorreram na região Norte, 23 na região de Lisboa e Vale do Tejo, nove na região Centro, cinco no Alentejo e uma no Algarve.

Há mais 4 doentes internados nas Unidades de Cuidados Intensivos, totalizando 485. Em relação aos internamentos em enfermaria, há menos 54 pessoas internadas, totalizando agora 3.025.

Foram dados como recuperados mais 6.379 doentes. Desde o início da pandemia em Portugal já recuperaram da doença 169.379 pessoas.

As autoridades de saúde têm em vigilância 80.521 contactos, mais 112 face a sexta-feira.

Dados por região

A região Norte é a que regista o maior número de novos casos, com 4.070 reportados nas últimas 24 horas, totalizando 132.272 casos e 1.783 mortos desde o início da pandemia.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 1.534 novos casos de infeção, contabilizando 88.139 casos e 1.401 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 656 casos, pelo que se contam neste território 24.376 infeções e 487 mortos.

No Alentejo foram registados mais 97 novos casos de covid-19, totalizando 5.057 e 94 mortos.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 57 casos de infeção, somando 4.606 casos e 42 mortos desde o início da pandemia.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 48 novos casos nas últimas 24 horas, somando 761 infeções e 15 mortos desde o início da pandemia (os dados regionais indicam 16 mortos).

A Madeira registou mais 10 novos casos entre sexta-feira e hoje, contabilizando-se no total 759 infeções e dois óbitos.

Género e faixa etária

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 112.961 homens e 138.276 mulheres, de acordo com os casos declarados.

O boletim refere que há 4.733 casos confirmados de sexos desconhecidos que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de uma forma automática.

Do total de vítimas mortais, 1.967 eram homens e 1.857 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

Governo anuncia hoje as novas medidas do estado de emergência

O Governo anuncia hoje as medidas concretas do Estado de Emergência. O anúncio será feito por António Costa às 18h00.

O primeiro-ministro deverá revelar quais são os concelhos mais afetados e que terão medidas mais específicas.

Em cima da mesa poderá estar também a restrição de circulação entre concelhos nos próximos dois fins de semana, que incluem feriados à terça-feira.

As medidas entram em vigor na próxima terça-feira.

RECOLHER OBRIGATÓRIO A PARTIR DAS 13H00 PARA MAIS DE OITO MILHÕES DE PORTUGUESES

Mais de oito milhões de portugueses, residentes em 191 concelhos, estão este fim de semana sujeitos ao recolher obrigatório a partir das 13:00, decretado pelo Governo no âmbito do estado de emergência devido à pandemia de covid-19.

A proibição de circulação no sábado e no domingo entre as 13:00 e as 05:00 já tinha sido aplicada no último fim de semana, mas abrangeu apenas 114 concelhos com risco elevado de transmissão do novo coronavírus.

GOVERNO DÁ COMO QUASE CERTO TERCEIRO ESTADO DE EMERGÊNCIA A PARTIR DE 9 DE DEZEMBRO

Na sexta-feira, durante a discussão no parlamento do decreto presidencial para a prorrogação do estado de emergência em Portugal continental até 08 de dezembro, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, admitiu que o número de concelhos com elevado risco de contágio irá aumentar, ultrapassado as duas centenas.

Também na sexta-feira, o Conselho de Ministros esteve reunido para aprovar as medidas no âmbito da prorrogação do estado de emergência, que serão anunciadas hoje.

OS AVISOS DE MARCELO: ESTADO DE EMERGÊNCIA É PARA CONTINUAR E PODE ESTAR A CAMINHO A TERCEIRA VAGA

O Presidente da República fez uma comunicação ao país esta sexta-feira, a partir do Palácio de Belém, em Lisboa, na sequência da aprovação no Parlamento do seu decreto que renova o estado de emergência por mais 15 dias, entre 24 de novembro e 8 de dezembro.

Mais de 1,37 milhões de mortes e 56,8 milhões de casos de no mundo

A nova pandemia do coronavírus já matou pelo menos 1.373.381 em todo o mundo desde que a Organização Mundial de Saúde (OMS) relatou o início da doença no final de dezembro, na China, segundo um balanço realizado pela agência noticiosa France-Presse.

Mais de 57.583.290 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da epidemia, dos quais pelo menos 36.725.500 já são considerados curados.

Os países que registaram o maior número de novas mortes são os Estados Unidos com 1.878 falecimentoss, França com 1.138 e o México, com 719.

Os Estados Unidos são o país mais afetado quanto a mortes e casos, com 254.424 mortes em 11.913.945 casos de infeção, segundo a Universidade Johns Hopkins, tendo 4.457.930 pessoas sido declaradas curadas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil com 168.613 mortos e 6.020.164 casos, a Índia com 132.726 mortos e 9.050.597 casos, o México com 100.823 mortos e 1.025.969 casos, e o Reino Unido com 54.286 mortos e 1.473.508 casos.

Ainda entre os países mais atingidos, a Bélgica é o que lamenta o maior número de mortes em relação à sua população, com 132 mortes por 100.000 habitantes, seguindo-se o Peru (108), Espanha (91) e Argentina (81).

A China, excluindo os territórios de Hong Kong e Macau, contabilizou oficialmente um total de 86.414 casos, sé 16 novos entre sexta e sábado, contando 4.634 mortes e 81.472 recuperações.

Na região da América Latina e Caraíbas contaram-se 432.461 mortes para 12.368.175 casos até hoje de manhã. Na Europa registaram-se 365.406 mortes e 16.034.727 casos, nos Estados Unidos e Canadá 265.736 mortes e 12.232.828 casos, na Ásia 186.824 mortes e 11.791.588 casos, no Médio Oriente 72.909 mortes e 3.081.311 casos, em África 49.104 mortes e 2.044.561 casos e na Oceânia 941 mortes e 30.107 casos.

Links úteis

Mapa com os casos a nível global