Coronavírus

SNS perdeu 842 médicos durante a pandemia

ESTELA SILVA/ LUSA

Mais de metade dos profissionais terá saído por limite de idade ou reforma.

Especial Coronavírus

Desde o início da pandemia, já saíram do Serviço Nacional de Saúde 842 médicos. Mais de metade terá saído por limite de idade ou reforma.

Segundo o jornal Público, mais de metade dos clínicos - 471 - terá saído por limite de idade ou reforma. Os restantes serão profissionais que acabaram o internamento e não foram contratados ou que foram trabalhar para o setor privado ou para o estrangeiro.

De março a outubro, foram contratados para o SNS 378 especialistas, um número que não cobre os que saíram.

Falta ainda concluir os concursos para 911 especialistas nas áreas hospitalares e para 39 nas de saúde pública.

O Sindicato Independente dos Médicos diz ainda que as condições oferecidas no SNS não são atrativas e pede ao Governo mais investimento.

Portugal com 3.762 mortes e 249.498 casos de Covid-19

Em Portugal, morreram 3.762 pessoas dos 249.498 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

No boletim de sexta-feira a DGS informa que há mais 23 doentes internados nas Unidades de Cuidados Intensivos, totalizando 481. Em relação aos internamentos em enfermaria, há 3.079 pessoas internadas, mais 62 face a quinta-feira. Em ambos os casos, tratam-se de novos máximos desde o início da pandemia.

Mais de 1,36 milhões de mortes e 56,8 milhões de casos de no mundo

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.360.914 mortos resultantes de mais de 56,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (252.555) e também com mais casos de infeção confirmados (mais de 11,7 milhões).

Links úteis

Mapa com os casos a nível global