Coronavírus

Portugal com mais 68 mortes e 3.384 casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Último balanço da Direção-geral da Saúde.

Saiba mais...

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 3.384 casos de infeção e mais 68 mortes associadas à doença covid-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde desta quarta-feira.

Desde o início da pandemia morreram em Portugal 4.645 pessoas dos 303.846 casos de infeção confirmados.

Há mais 4 doentes internados nas Unidades de Cuidados Intensivos, totalizando 525. Em relação aos internamentos em enfermaria, há mais 63 pessoas internadas, totalizando agora 3.338.

Das 68 mortes registadas nas últimas 24 horas, 36 ocorreram na região Norte, 23 na região de Lisboa e Vale do Tejo, sete na região Centro e duas no Alentejo.

A DGS refere também que as autoridades de saúde têm em vigilância 78.815 contactos, menos 1.148 em relação a terça-feira, e que foram dados como recuperados mais 2.569 doentes, num total acumulado de 223.446 desde o início da pandemia.

Dados por região

Segundo o boletim da DGS, 54,8 por cento dos novos casos de infeção situam-se na região Norte, que contabilizou nas últimas 24 horas mais 1.857 infeções, totalizando 159.642 casos e 2.218 mortos desde o início da pandemia.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados 939 novos casos de infeção, contabilizando-se até agora 100.000 casos de infeção e 1.646 mortes.

Na região Centro registaram-se mais 401 casos de infeção, contabilizando-se agora 30 426 e 590 mortos.

No Alentejo foram registados 85 novos casos, totalizando 6.372 casos de infeção e 121 mortos.
A região do Algarve tem hoje notificados 74 novos casos de infeção, somando 5.425 casos e 51 mortos desde o início da pandemia.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados 22 novos casos nas últimas 24 horas, somando 1.061 infeções detetadas e 17 mortos desde o início da pandemia.

A Madeira registou seis novos casos nas últimas 24 horas, contabilizando 920 infeções e dois óbitos.

Género e faixa etária

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 134.042 homens e 164.601 mulheres, de acordo com os casos declarados.

O boletim de hoje refere que há 5.203 casos confirmados que se encontram sob investigação, uma vez que estes dados não são fornecidos de uma forma automática.

Do total de vítimas mortais, 2.420 eram homens e 2.225 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

Graça Freitas testou positivo, ministra da Saúde e secretários de Estado negativos

A diretora-geral da Saúde está com covid-19, em isolamento e com sintomas ligeiros da doença, depois de ter estado em contacto com uma pessoa infetada.

A ministra da Saúde Marta Temido e os Secretários de Estado da Saúde também fizeram teste, tendo todos dado negativo.

Estado de emergência até 8 de dezembro

O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 08 de dezembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

Durante a semana, o recolher obrigatório tem de ser respeitado entre as 23:00 e as 05:00, enquanto nos fins de semana e feriados a circulação está limitada entre as 13:00 de sábado e as 05:00 de domingo, e entre as 13:00 de domingo e as 05:00 de segunda-feira.

Mais de 1,48 milhões de mortos e 63,8 milhões de casos no mundo

O novo coronavírus já matou pelo menos 1.482.240 pessoas no mundo e infetou mais de 63.865.770 desde que a OMS relatou o início da doença em dezembro, segundo um levantamento realizado hoje pela agência de notícias AFP às 11:00, a partir de fontes oficiais.

Pelo menos 40.695.700 pessoas já foram consideradas curadas.

Os países que registaram o maior número de novas mortes em seus relatórios mais recentes são os Estados Unidos com 2.562 novas mortes, México (825) e Itália (785).

Entre os países mais atingidos, a Bélgica é o que tem o maior número de mortes em relação à sua população, com 145 mortes por 100.000 habitantes, seguida pelo Peru (109), Espanha (97) e o Itália (93).

A América Latina e o Caribe tiveram hoje um total de 450.015 mortes para 13.103.601 casos às 11:00, a Europa 420.752 óbitos (18.594.535 casos), os Estados Unidos e Canadá 282.856 mortes (14.107.330 casos), a Ásia 195.866 óbitos (12.466.001 casos), o Médio Oriente 79.501 mortes (3.376.186 casos), a África 52.308 óbitos (2.187.775 casos) e a Oceania 942 mortes (30.349 casos).

Links úteis

Mapa com os casos a nível global

  • "Quando estou com os avós sinto-me feliz"

    Desafios da Mente

    As investigações apontam que as crianças que têm avós envolvidos na prestação de cuidados podem ter melhores índices de saúde mental, como uma redução do risco de sintomas depressivos e de comportamentos desviantes, bem como melhor desenvolvimento cognitivo. Em Portugal, o Dia dos Avós celebra-se a 26 de julho. A data foi instituída pela Assembleia da República, em 2003.

    Mauro Paulino